Chapada Diamantina (em Fotografias Analógicas)

Dessa vez, o tema é justamente o que foi o meu começo no mundo da fotografia e também o de tantos outros fotógrafos: A NATUREZA. Para tanto sirvo-me da CHAPADA DIAMANTINA, onde direciono esta postagem (com imagens de até 13 anos...). 

Para quem não sabe, a Chapada Diamantina é a maior chapada do Brasil, está localizada na região central da Bahia e compreende pouco mais de 30 municípios. Ela faz parte da Serra do Espinhaço (que abrange os estados da BA até MG) e o seu grande diferencial é a diversidade de ecossistemas/biomas que possui.

 

A Natureza é um tema que gera bastante interesse para os fotógrafos (inclusive tem sido a porta de entrada de muitos no mundo da fotografia), afinal quem resiste em não registrar uma cachoeira, as grandes formações geográficas, os crepúsculo, os elementos da fauna e flora ?..., enfim, são muitos os atrativos fotografáveis e nesse sentido a Chapada Diamantina é inquestionável. Isso sem falar, que a paisagem é extremamente dinâmica, pois muda em cada horário do dia e em cada estação do ano... A vontade é de retornar sempre aos mesmos lugares, pois certamente há a possibilidade de novas imagens.

Para todos os registros desse tópico, utilizei película (negativo ou cromo, também conhecido como positivo). Todas as imagens possuem de 8 a 13 anos de realizadas, portanto nessa época a fotografia digital ainda engatinhava. Os filmes foram digitalizados em alta resolução, um a um – uma trabalheira e custos que não sei se teria coragem de fazer novamente...

Ah! A fotografia de natureza, a depender do assunto e da localidade, requer uma disposição a mais, isso pode significar, dormir no mato, suportar o frio da madrugada, caminhar horas ou dias, calos nos pés, insetos e animais que não se vê na cidade... enfim irei parar por aquí pois esse assunto rende um livro.  Mas também há milhares de lugares acessíveis a todos os “preparos físicos”... o que importa é saber usufruir de forma sustentável e consciente do que a Mãe Natureza tem a nos oferecer e lógico – fotografá-la!




Filme P&B - 2 anos de vencido






Filme P&B




Filme: Negativo Cor








Esta do Morro Branco do Capão, e a única digital dessa serie.


















































































Filme Slide

ADMITO: Foi fotografando a Natureza, que descobri o meu verdadeiro objetivo que e fotografar o ser humano e sua relação com o ambiente que o cerca. Nesse sentido é onde tenho o material mais vasto e quem sabe um dia, compartilharei com vocês....


14 comentários:

  1. q maravilha,como e possivel uma foto ser mais bela q a outra???incrivelllllllllll

    ResponderExcluir
  2. Ótima exposição.
    Uma curiosidade, qual das duas de "rastros de estrelas" foi clonada?:)

    ResponderExcluir
  3. Gabriel, respondendo:

    A foto de rastro de estrela (um star-trail) cuja local e enquadramento muito parecido a foto que fiz em slide em 1999, e portanto quase um clone da minha, foi a do Morro do Castelo (no Vale do Pati), que é a 9a dessa post.

    Essa foto, faz parte de uma série dessa técnica com elementos da Chapada Diamantina, que venho realizando a alguns anos. O mais importante dessa foto, não é essa historia (que nao me incomodou), mas o registro de uma LUZ VERDE, sinuosa e intermitente que risca o céu ao lado direito e que ainda não tive uma explicação cientifica para o fenômeno. Oportunamente lhe mostrarei a foto impressa (ou mesmo o slide) para ver essa curiosidade...

    Um abraço para você e ao amigo Ruy Resende, que fez a foto "irmã mais nova"...

    ResponderExcluir
  4. Cada vez mais me apaixono por suas fotos,sao lindissimas,essa do gato com o papagaio...as cachoeiras,e ate pecado eleger uma so...PARABENSSSSSSSSSS!!!!!

    ResponderExcluir
  5. Show de composições.
    Arte sem dúvida!

    Ade

    ResponderExcluir
  6. Bruno "Z."31 de maio de 2010 14:26

    Concordo com o primiero post: "(...) como e possivel uma foto ser mais bela q a outra???"

    ResponderExcluir
  7. Lembro-me bem de quando vi essa foto específica da Cachoeira da Fumaça pela primeira vez. Fiquei hipnotizada, perplexa, imaginando como alguém conseguiu captar o fascinio dessa queda d'água. A data era 08/03/05. Na verdade, era pra ter visto antes, mas como tudo acontece sincronicamente, o dia certo veio, marcando o recomeço de uma história muita antiga. Ganhei a foto com uma linda declaração de amor. A magia desse dia é inesquecível...

    ResponderExcluir
  8. Eu tenho TODAS! heheheheheh!

    ResponderExcluir
  9. Grandes fotos, grande chapada, grande Ricar Sena!
    Como sempre marivilhosas suas fotos irmão, abraço...

    ResponderExcluir
  10. Os seus registros da Chapada são e SEMPRE serão os mais belos, os mais encantadores.
    Sou sua eterna fã quando fotografa natureza, especialmente os animais.

    Beijos, beijos....

    ResponderExcluir
  11. Olá Ricardo

    Fiquei apoixonada por suas fotos...Você conseguio fazer imagens perfeitas e encantadoras.

    Parabén!!!

    Bjs

    Josy Vieira

    ResponderExcluir
  12. Ricardo,

    Que olhar especial! Por instantes, me transportei pra Chapada, onde nunca estive. Depois de ver suas fotos, já sei qual será minha programação de férias...

    Bjs

    Karin Magnavita

    ResponderExcluir
  13. Ricardo!!!!!.....nuca vi tanta beleza...sem palavras....seu trabalha e mais que encantador..seu olhar Unico...parabens

    ResponderExcluir
  14. Ricardo fiquei maravilhada com seu trabalho... Com a sensibilidade que tem para registrar tanta beleza! Parabéns!! Marah.

    ResponderExcluir

Obrigado pelo comentário! Luz para você!